Dona Isaura na mostra “Os Negros nas Histórias em Quadrinhos”

Dona_Isaura_no_G1
(Foto: Luiz Granzotto/Divulgação Prefeitura)

Dona Isaura participa da mostra “Os Negros nas Histórias em Quadrinhos” na Biblioteca Municipal Ernesto Manoel Zink, em Campinas. A exposição ficará em cartaz até o dia 30 de janeiro de 2015 e conta com uma galeria de personagens negros mais conhecidos desde o surgimento das HQs como o Yellow Kid, super-heróis, personagens brasileiros e quadrinhos polêmicos. Autores de tiras como Djota Carvalho, autor de “Só dando Gizada” e Bira Dantas, autor de “Escorpião de Prata e Tatuman” também participam da mostra.

Quem é Dona Isaura?

Dona Isaura acaba de voltar de um mochilão. Ainda não contou de todos os lugares que visitou, nem todas as coisas que viu. “Calma, conto aos poucos, temos tempo!”, tem dito a quem pede detalhes.

Antes da viagem, Dona Isaura se considerava uma mulher ora comum, ora nem tanto. Aos sessenta e tantos anos, filhos e netos, era apaixonada por feijoada, caipirinha, novela, futebol e uma roda de samba sempre que possível. Ainda gosta de todas essas coisas, mas anda cheia de novidades. Pelo menos é o que acha seu namorado (“Namorado não, Legário é meu ficante!”), companheiro fiel apesar de um desentendimento aqui, outro ali. Mudou o visual, está apaixonada por tudo quanto é novidade do mundo digital e agora tem amigos de várias partes do planeta.

Mas a comida gostosa e as boas histórias continuam as melhores do universo, dizem os netos.

Criada em 2000 pelo cartunista Junião, a personagem é inspirada em situações do cotidiano da família do próprio desenhista, “dominada” por mulheres. Foi lançada na revista japonesa Look, em 2002, e na coletânea Central de Tiras, no ano seguinte.

As histórias de Dona Isaura foram publicadas como tiras diárias entre 2003 e 2006 em dois jornais: Correio Popular (Campinas) e Diário da Região (São José do Rio Preto). E voltam agora, no Facebook.com/DonaIsauraTiras, Twitter (@Dona_Isaura) e Instagram (@DonaIsaura). E no que mais aparecer de novidade nesse mundão, virtual ou não.

Serviço:

Data:  até 30 de janeiro de 2015 (Biblioteca fechada entre 22 de dezembro e 12 de janeiro)
Horário: segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.
Local: Biblioteca Municipal “Professor Ernesto Manoel Zink” – Avenida Benjamin Constant, 1633, centro.
Informações: (19) 2116-0423
Entrada gratuita

(Fontes: Correio Popular e G1)

Comentários