Bate-papo sobre a mídia negra online na FlinkSampa

flinksampa_juniao

No sábado, dia 19/11, participei de um bate-papo super interessante sobre mídia negra online, mediado pela ótima Silvia Nascimento, diretora do site Mundo Negro, durante a última edição do FlinkSampa – Festa do Conhecimento, Literatura e Cultura Negra.

Foi ótimo bater um papo e trocar experiências sobre esse novo e rico cenário que vem crescendo a passos largos mas que ainda é um terreno muito nebuloso. Os participantes, influenciadores negros contemporâneos, contaram sobre experiências, desejos, avaliações de conteúdo, preconceito e demais dificuldades que tem encontrado ao trabalhar com essa nova e poderosa ferramenta que tem em mãos.

Tive a oportunidade de falar sobre a construção da minha personagem Dona Isaura, meu trabalho como jornalista e artísta gráfico da Ponte Jornalismo e sobre o cenário de incertezas que ronda o mercado jornalístico nos dias de hoje a reboque, principalmente, pelo declínio dos veículos tradicionais. Estavam entre os convidados, youtubers como Marco Antonio Fera do canal Pretinho Mais Que Básico Rosangela José da Silva, do canal Negra Rosa; os jornalistas Pedro Borges, do Alma Preta, e Helaine Martins, do Projeto Entrevista um Negroe o ativista Robin Batista do coletivo AfroGuerrilha.

14993526_1171010669646645_801312684607462408_n

Dia da Consciência Negra

Charge_Juniao_19_11_2013

Enquanto houver violência e esse menosprezo acomodado pela história do negro sendo contada pelo próprio negro. Enquanto a mulher negra, mesmo sendo maioria na população brasileira, tiver que lutar bravamente para combater a violência que a atinge e ter seus direitos reconhecidos. Enquanto houver esse genocídio contra a juventude negra pobre e periférica e os demais atos escabrosos patrocinados inclusive pelo Estado: o Dia da Consciência Negra – sim, mano, em maiúsculo – e esta charge são necessários.